Somos Todos Um

PSV renascendo

O Projeto Semente Viva está renascendo!!!! A semente plantada há 4 anos, teve como inspiração a tia Zilda, que aparece aqui nesta foto em primeiro plano segurando uma mudinha de planta, como que ofertando a todos nós novas possibilidades!

Sou grata a direção da Casa de Repouso São francisco de Paula, que teve a iniciativa de re ascender o Projeto! os idosos que lá residem sempre foram simpatizantes com o mesmo, e tenho certeza que ficarão muito felizes em poder participar de alguma forma deste momento.

Que deus abençoe a todos!

Paz e Luz!!!!

PSV

PSV

PSV1

PSV1
PSV reinicia na Casa de Repouso São Francisco de Paula

Mini Horta em casa

E quem disse que espaço reduzido impede de cultivarmos nossa horta em casa? vejam só esta idéia!!!!!!!! Experimente, tente, faça algo diferente!!!!!!!

Jardim de Hortaliças

Ultimamente resolvi resgatar aquele lado em mim que adora o contato com a Natureza! como disponho de pequenos espaços em casa, vou aos poucos adaptando... como uma caminhada começa sempre com o 1º passo, estou na fase de enamoramento com os utensílios necessários para a minha pequena horta. Em breve vamos colher e comer algumas verduras que aqui serão cultivadas. ]

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Projeto PANCs - Plantas alimentícias não-convencionais

Vamos aprendendo  aqui e ali, com quem sabe!!!! é preciso sair do convencional, e descobrir novos sabores!!!! Hipócrates há  tempos deixou uma mensagem, que vale ser lembrada! ... "Que teu alimento seja teu remédio"!!!!! Façamos a nossa parte!!!!!

Agricultura Sintrópica: Da horta à floresta

Ernst Götsch é um agricultor e pesquisador suíço que migrou para o Brasil no começo da década de 1980 e se estabeleceu em uma fazenda na zona cacaueira do sul da Bahia. Desde então, vem desenvolvendo técnicas de recuperação de solos por meio de métodos de plantio que mimetizam a regeneração natural de florestas. Com o acúmulo de mais de três décadas de trabalho que resultaram na recomposição de 410 hectares de terras degradadas (dos quais 350 foram transformados em RPPN, a primeira da Bahia), Götsch elaborou um conjunto de princípios e técnicas que viabilizam integrar produção de alimentos à dinâmica de regeneração natural de florestas, sempre complexificando sistemas, ao que convencionou chamar de Agricultura Sintrópica (ANDRADE, PASINI, 2014).

No vídeo "Da horta à floresta", produzido por Dayana Andrade e Felipe Pasini, são apresentadas os sítios de Juã e de Rômulo, no Distrito Federal, em que ambos colocam em prática a agricultura sintrópica. Trabalhando com agroflorestas, os dois agricultores "ajudam" a natureza a otimizar seus processos. O resultado é recuperação de áreas extremamente degradadas e produção econômica significativa, mais eficiente que os plantios orgânicos convencionais. 

Vale a pena assistir e perceber que nem sempre a interferência humana na natureza é ruim. O vídeo mostra exemplos bem ao contrário, em que os humanos podem colaborar na regeneração de ecossistemas devastados. Mesmo os solos mais compactados podem voltar a ter vida abundante. A agricultura sintrópica, ao conjudar floresta e agricultura pode ser aplicada em larga escala, alimentando o mundo com alimentos saudáveis e, ao mesmo tempo, preservando a natureza. 

Como diz Gotsch ao final do documentário: "Temos que criar áreas de inclusão premanente, não áreas de proteção permanente". Com isso ele expressa seu pensamento: é na interação entre pessoas e ecossistemas que se encontra a saída para a crise ambiental - a interação positiva, regeneradora dos processos da vida, boa para o planeta e para todos nós.


quarta-feira, 27 de julho de 2016

CALENDÁRIO DE PLANTAÇÕES PARA O ANO INTEIRO

Achei esta postagem bem interessante para todos aqueles, que assim como eu, se interessam em entrar em contato com a terra, plantar, colher... Algumas alterações certamente deverão ser feitas em função do nosso clima não ser tão estável quanto outros países, mas valem as dicas.
Nada como uma boa planificação para exibir permanentemente um jardim florido e uma horta cuidada. Veja as espécies botânicas e hortícolas que deve semear em cada um dos meses.  
A primavera é, por excelência, a estação do ano em que os jardins se encontram no seu máximo esplendor. Mas, para que isso suceda, é preciso ter semeado e plantado antes as espécies mais adequadas a essa estação. Para que saiba quais as variedades florais que deve semear em cada uma das diferentes épocas, elaboramos um guia mensal que também lhe indica as sementeiras que deve fazer na sua horta, nos seus canteiros ou nos seus vasos, para que se possa organizar de uma forma efetiva e eficiente.
Janeiro
O primeiro mês do ano está longe de ser aquele que mais trabalho exige no seu jardim. Nesta época, a grande maioria das plantas encontra-se em descanso vegetativo. Ainda assim, depois de desfazer a árvore de Natal e de arrumar todas as prendas que a sua família recebeu durante a quadra natalícia, pode semear petúnias, ervilhas de cheiro e gipsófilas, além de espécies anuais de verão, bienais, rosas e bolbos de vaso.
Esta é uma boa altura para o fazer. Se tem uma horta ou gosta de fazer experiências no seu quintal ou até mesmo num dos cantos da sua varanda, pode sempre semear agriões, alfaces, cebolas, coentros, espinafres e nabiças.
Fevereiro
O Carnaval aproxima-se a passos largos mas a máscara que vai usar este ano não pode ser a única coisa a ocupar a sua mente. Nesta altura do ano, deve ter as tesouras de poda sempre prontas para os trabalhos de poda. Tudo o que se encontre seco, deteriorado ou com mau aspeto deve ser removido. Esta é também a altura em que deve plantar coníferas, árvores de sombra de folha caduca e espécies de folha perene.
Esta é ainda uma boa época para semear coleos e ainda ervilhas de cheiro e gipsófilas, caso não o tenha feito em janeiro. Na horta, é tempo de avançar com a sementeira de abóboras, acelgas, agriões, aipos, alfaces, alho francês, beterrabas, cebolas, coentros, couve galega, couve de repolho, couve tronchuda, nabos, rabanetes, salsa e tomate.
Março
Com a primavera à porta, não espere demais para começar a preparar o espectáculo de cor que inundará o jardim nos próximos meses. Meta mãos à obra e semeie asteres, coleos, cravínias, crisântemos, estatice, gipsófilas, verbenas e zínias, além de ageratos, petúnias e cravos-túnicos. Na horta, este é um dos meses de maior actividade no que se refere a sementeiras e plantações.
Abóboras, acelgas, agriões, aipos, alfaces, alho francês, beldroegas, beringelas, beterrabas, cebolas, coentros, couve-bróculo, couve-de-bruxelas, couve galega, couve lombarda, espinafres, melancias, melões, nabiças, nabos, pepino, pimentos, rabanetes, salsa e tomate são as espécies que deve semear.
Abril
Enquanto vai pensando nos seus planos para a Páscoa, centre as suas atenções nos bolbos estivais, comece a adubar e a incrementar as regas à medida que a temperatura vai subindo. No que respeita a novas sementeiras, esta é uma boa altura para fazer as de artemisas e cosmos (ao sol), astilibes (à sombra), asteres, coleos, cravínias, crisântemos, estatice, gipsófilas e zínias.
Na horta, semeie abóboras, acelgas, agriões, aipos, alfaces, alho francês, beldroegas, beringelas, beterrabas e cenouras. Coentros, couve-bróculo, couve-de-bruxelas, couve-nabiça, espinafres, melancias, melões, nabiças, nabos, pepino, pimentos, rabanetes, salsa e tomate são outras das sementeiras que também pode (e deve) fazer ao longo deste mês.
Maio
Este é o mês em que se verifica uma profusão de flores nos jardins. Aproveite o bom tempo que se começa a fazer sentir e plante os bolbos e tubérculos que florescem já no verão ou no próximo outono, assim como begónias, dálias, asteres, coleos, cravínias, crisântemos, estatice, gipsófilas e zínias. Na horta, a lista de sementeiras não varia muito em relação aos meses anteriores.
Semeie abóboras, acelgas, agriões, aipos, alfaces, alho francês, beldroegas, beterrabas, cenouras, coentros, couve-bróculo, couve-de-bruxelas, couve-nabiça, espinafres, flor de mostarda, melancias, melões, nabiças, nabos, pepino, pimentos, rabanetes, salsa e tomate.
Junho
A sua mente já só pensa na praia, nas sardinhadas, nas festas dos santos populares e nos feriados mas, se quer mesmo ter um jardim bonito e florido, tem de arranjar tempo para calçar as luvas e enfiar as mãos na terra. Esta época é indicada para plantar vivazes, maciços à base de áster, rudbequias, heliantus e bolbosas como os gladíolos, begónias e agapantos.
É também uma boa altura para semear gipsófilas, goivos, miosótis e prímulas. Na horta, continua a ser tempo para semear abóboras, acelgas, agriões, alfaces, beldroegas, cenouras, coentros,
couve-bróculo, couve-de-bruxelas, couve-nabiça, espinafres, flor de mostarda, rabanetes e salsa.
Julho
Nesta altura, só já pensa nas férias e nos mergulhos que irá dar ou na tal viagem que irá finalmente fazer. Este é, contudo, também o mês em que deve plantar as espécies com cores garridas que vão encher as suas jarras lá de casa no inverno. É tempo de plantar petúnias, salvas e cravos-túnicos, além de asteres, goivos, gipsófilas, prímulas e miosótis.
Na horta, se ainda não o fez, semeie acelgas, agriões, alfaces, beldroegas, beringelas, beterrabas, cenouras, coentros, couve-bróculo, couve-de-bruxelas, couve chinesa, couve galega, couve lombarda, couve nabiça, couve de repolho, couve tronchuda, espinafres, rabanetes e salsa.
Agosto
Enquanto aproveita para relaxar e conseguir o bronze que andou os últimos meses a ambicionar, o jardim continua a celebrar a grande festa do tempo quente que faz luzir uma panóplia de cores e cheiros sem fim. Se não estiver demasiado calor ou um tempo demasiado seco, transplante as bienais de primavera a partir das bandejas de sementeira e semeie amores-perfeitos, asteres, centaureas, goivos, linho de jardim, margaridas, prímulas, sálvias e verbenas, além de coníferas de floração primaveril, adquiridas em centros de jardinagem.
Na horta, além de acelgas, agriões, alfaces, cenouras, coentros, couve-bróculo e couve-de-bruxelas, semeie couve galega, couve lombarda, couve nabiça, couve de repolho, couve tronchuda, espinafres e salsa.
Setembro
Com o regresso às aulas e ao trabalho, o seu jardim passa a exigir novos cuidados. No que respeita a sementeiras e plantações, semeie bolbos de outono de floração primaveril, nomeadamente túlipas, narcisos, muscaris e crocos, além de amores-perfeitos, asteres, centaureas, goivos, linho de jardim, margaridas, prímulas, sálvias e verbenas. Na horta, a lista não se altera muito.
Agriões, alfaces, beldroegas, cebolas, cenouras, coentros, couve-bróculo e couve-de-bruxelas,
couve-flor, couve galega, couve lombarda, couve nabiça, couve de repolho, couve tronchuda, espinafres, nabiças, nabos, nabo greleiro, rabanetes, rábano e salsa são as sementeiras que deve fazer.
Outubro
As folhas que começam a cobrir os solos tendem a provocar mais danos do que benefícios. Além de ter de as limpar para proteger outras espécies, não pode também descurar as sementeiras e plantações típicas desta época, como é o caso de crocus, muscari, arbustos perenes, coníferas, sebes, amores-perfeitos, asteres, centaureas, goivos, linho de jardim, margaridas, prímulas, sálvias e verbenas.
Na horta, pode semear agriões, alfaces, alho francês, couve-flor, couve galega, couve lombarda, couve nabiça, couve de repolho, couve tronchuda, espinafres, flor de mostarda, nabiças, nabos, nabo greleiro, rabanetes, rábano e salsa.
Novembro
Com a chuva e o frio, chega novamente o tempo de proteger e limpar as espécies do seu jardim. Uma vez que toda a protecção é pouca para o período de frio que se avizinha, não adie esta tarefa para muito mais tarde. Se quer ter um jardim florido, vistoso e cheiroso na próxima primavera, aproveite ainda para semear arábides e alhelies, além de amores-perfeitos e ervilhas de cheiro. Na horta, é tempo de semear agriões, alfaces, cebolas, coentros, couve-flor, couve tronchuda, espinafres, nabiças, nabos, nabo greleiro, rabanetes, rábano e salsa.
Dezembro
Este é o mês em que o espírito natalício se apodera de si. E o stress provocado pelas compras de Natal e pelos preparativos da Consoada também! Sendo Dezembro um dos meses mais frios do ano, as flores e as plantas necessitam de cuidados especiais para fazerem face às baixas temperaturas.
No que respeita a sementeiras e plantações, as últimas semanas do ano devem ser aproveitadas para plantar amores-perfeitos e prímulas, mas também ervilhas de cheiro. Na horta, é tempo de semear agriões, alfaces, cebolas, coentros, nabiças e salsa.

domingo, 24 de julho de 2016

O que é necessário para uma Horta orgânica?

"....Com o crescimento da população mundial se tornou necessário aumentar a produção dos alimentos e fazer com que estes fossem maiores e mais resistentes a pragas. Para isso, criaram-se os fertilizantes e os pesticidas, que aumentariam a produtividade e protegeriam os alimentos, mas estes produtos químicos têm efeitos negativos para a saúde humana e para o meio ambiente. Por isso, se você quer consumir alimentos sem agrotóxicos, ter uma vida mais saudável, economizar no supermercado e ainda ajudar o meio ambiente, não perca este curso que ensinará como fazer sua própria horta orgânica em oito aulas (veja mais sobre os benefícios da agricultura orgânica aqui).
Nesta matéria, veremos os princípios da agricultura orgânica, como ela funciona, além de darmos informações importantes sobre hortas orgânicas".

O que é necessário para se ter uma horta orgânica?

  • Muito sol. Uma área onde haja aproximadamente oito horas de sol por dia fará com que suas hortaliças cresçam grandes e saudáveis. Um modo de analisar o local de plantio é observar se no inverno bate sol no local ao meio-dia.
  • É necessário ter uma fonte de água próxima para que não haja problemas ao realizar a rega da horta.
  • Um local para a composteira doméstica, que fornecerá o adubo para colocar na terra (veja como fazer compostagem aqui).

Como saber se o solo é propício para uma horta?

  • Analisar se ao redor existe alguma árvore ou algo que impeça a exposição plena ao sol.
  • É necessário saber se o solo drena e quais partes são baixas, pois não devemos usar terrenos encharcados.
  • Se o terreno possui boa cobertura vegetal, sabe-se que é medianamente fértil para plantação.

Quais são os princípios de uma horta orgânica?

  • Associação de vários tipos de hortaliças para que uma se beneficie da outra, porém elas não devem competir por nutrientes. Por exemplo, espécies que fazem sombra podem ser cultivadas ao lado daquelas que gostam de sombra.
  • É importante fazer a rotação de culturas para não esgotar os nutrientes do solo. Supondo que uma beterraba (hortaliça tuberosa) esteja plantada em um canteiro, este canteiro deve ser semeado com outro tipo de hortaliça da próxima vez, como alface (hortaliça folhosa). A rotação de culturas também evita o aparecimento de pragas.
  • Adubo proveniente da composteira para enriquecer o solo com nutrientes e auxiliar no desenvolvimento de micro-organismos que vão ajudar no crescimento das plantas.

Informações importantes

  • A horta deve ser posicionada no sentido norte-sul, para o maior aproveitamento da luz solar.
  • Não é todo o espaço reservado para a horta que será plantado, dentro do espaço selecionado serão feitos canteiros de plantio.
  • O solo entre os canteiros devem ser cobertos com folhas secas, para evitar a erosão do solo pelo vento, evitar o ressecamento pelo sol e proteger contra o crescimento de ervas daninhas.
  • O solo deve ser fofo e poroso permitindo a penetração de água, de ar e das raízes.
  • É importante colocar flores ou plantas aromáticas na cabeceira (ponta) dos canteiros. A calêndula, por exemplo, se plantada na cabeceira de um canteiro atrai os insetos que iriam para as outras hortaliças.
  • Existem diversos tipos de hortaliças, como as folhosas, de frutos, tuberosas e condimentares. Os tipos devem ser alterados de temporada em temporada (rotação de culturas) e deve-se escolher aquelas hortaliças que melhor se adaptam à época do ano e ao clima.
  • É importante estar atento ao ciclo de cultura, por exemplo, se forem plantadas alfaces em um canteiro, não se deve plantar todas as mudas de uma só vez, porque posteriormente todos os pés estarão bons para serem colhidos na mesma data e haverá desperdício.

Materiais para delimitar a sua horta orgânica

  • Fio ou linha;
  • Estacas;
  • Martelo ou marreta;
  • Pazinha;
  • Rastelo ou ancinho;
  • Enxada ou sacho;
  • Forquilha de jardim;
  • Trena.

Passo a passo

O vídeo em que foi baseado este curso indica o uso de uma área de 10 m x 10 m para suprir a necessidade de uma família de cinco pessoas; no entanto, para facilitar e adequar as medidas indicadas, utilizaremos uma área de 10 m x 10,2 m para exemplificar o passo a passo, mas você pode fazer o tamanho que couber na sua casa. Então, com o auxílio de uma trena, meça uma área de 10 m x 10,2 m e coloque estacas nos quatro cantos, para passar uma linha entre as estacas e delimitar a área da horta.
É interessante deixar um espaço de 60 cm para fazer uma cerca viva antes dos canteiros de cultivo, então faça outra marcação com 9 m x 8,8 m.
Em seguida, para delimitar os canteiros de cultivo, fique atento à posição do sol, pois temos que colocar os canteiros na posição norte-sul para o maior aproveitamento dos raios solares. Vamos marcar uma área de aproximadamente 1,2 m de largura com linha e estacas também. Sua largura deve ser ideal para que, ao agachar ao lado do canteiro, você alcance metade dele com a mão. O comprimento deve ser de 7,8 m, ou seja, 100 cm menor que o comprimento da cerca viva da horta, isto para deixar um espaço de 50 cm entre a ponta do canteiro e o limite da horta para que seja possível andar entre os canteiros.
Cada canteiro de 1,2 m será separado dos outros por um espaço de 50 cm também, isto porque ao andar entre os canteiros o solo será compactado.
Com uma enxada, retire do canteiro as plantas remanescentes como grama e ervas daninhas, sem revirar muito a terra, pois os primeiros 10 cm de terra contêm micro-organismos que serão aliados para nossa horta, fornecendo nutrientes importantes. Então, com o rastelo, junte as ervas daninhas para serem recolhidas e, por fim, deixe a terra mais fofa com a forquilha de jardim. 
A imagem acima representa a disposição dos canteiros, sendo o verde listrado a área de cerca viva, o verde claro, a área livre para andar entre os canteiros, e o marrom, a área dos canteiros.

Curiosidade

Veja abaixo, segundo o Calendário Brasileiro de Hortaliças da Embrapa, quais os melhores meses para o plantio de cada hortaliça.
Nome Popular
Sul
Sudeste
Nordeste
Centro-Oeste
Norte
Ciclo (dias)
Abóbora
Out./Fev.
Set./Mar.
Mar./Out.
Ano todo
Abr./Ago.
90-120
Abobrinha Italiana
Set./Maio
Ago./Maio
Mar./Out.
Ano todo
Abr./Ago.
45-60
Acelga
Fev./Jul.
Fev./Jul.
-
-
Abr./Jun.
60-70
Agrião
Fev./Out
Fev./Jul.
Mar./Set.
Mar./Jul
Abr./Jul.
60-70
Alcachofra
Fev./Mar.
Fev./Mar.
-
-
-
180-200
Alface de Inverno
Fev./Out.
Fev./Jul.
Mar./Set.
Mar./Set.
Mar./Jul.
60-80
Alface de Verão
Ano todo
Ano todo
Ano todo
Ano todo
Ano todo
50-70
Alho
Maio/Jun.
Mar./Abr.
Maio
Mar./Abr.
-
150-180
Alho-Poró
Mar./Jun.
Mar./Jun.
Maio/Jun.
Abr./Jun.
-
90-120
Almeirão
Fev./Out.
Fev./Ago.
Fev./Ago.
Fev./Ago.
Abr./Abr.
60-70
Batata
Nov./Dez.
Abr./Maio
-
Abr./Maio
-
90-120
Batata Doce
Out./Dez.
Out./Dez.
Ano todo
Out./Dez.
Ano todo
120-150
Berinjela
Ago./Jan.
Ago./Mar.
Ano todo
Ago./Fev.
Abr./Ago.
100-120
Beterraba
Ano todo
Ano todo
Abr./Ago.
Abr./Ago.
-
60-70
Brócolis de Inverno
Fev./Set.
Fev./Jul.
-
Fev./Maio
-
90-100
Brócolis de Verão
Out./Dez.
Set./Jan.
Out./Fev.
Out./Jan.
Abr./Jul.
80-100
Cebola
Jul./Ago.
Fev./Maio
Fev./Abr.
Fev./Maio
Fev./Maio
120-180
Cebolinha
Ano todo
Ano todo
Mar./Jul
Abr./Ago.
Abr./Out.
80-100
Cenoura de Inverno
Fev./Ago.
Mar./Jul.
-
Abr./Jul.
-
90-110
Cenoura de Verão
Nov./Jan.
Out./Mar.
Out./Mar.
Out./Mar.
Out./Mar.
85-100
Chicória
Fev./Jul.
Fev./Jul.
Fev./Ago.
Abr./Jun.
Mar./Ago.
60-70
Chuchu
Set./Out.
Set./Out.
Ano todo
Set./Out.
Abr./Jul.
100-120
Coentro
Set./Jan.
Ago./Fev.
Ano todo
Ago./Abr.
Abr./Out.
50-60
Couve Manteiga
Fev./Jul.
Fev./Jul.
Abr./Ago.
Fev./Jul.
Abr./Jul.
80-90
Couve Chinesa
Ano todo
Ano todo
Mar./Maio
Mar./Maio
-
60-70
Couve-Flor de Inverno
Fev./Jun.
Fev./Abr.
Fev./Jul.
Fev./Jul.
-
100-110
Couve-Flor de Verão
Dez./Jan.
Out./Fev.
Nov./Dez.
Out./Jan.
Nov./Fev.
90-100
Ervilha
Abr./Maio
Abr./Maio
-
Abr./Maio
-
60-70
Espinafre
Fev./Set.
Fev./Set.
Mar./Ago.
Mar./Ago.
Mar./Maio
60-80
Feijão Vagem
Set./Mar.
Ago./Mar.
Ano todo
Mar./Ago.
Abr./Jul.
60-70
Inhame
Jun./Set.
Jun./Set.
Dez./Jan.
Jul./Ago.
Jun./Set.
150-180
Jiló
Set./Fev.
Ago./Mar.
Mar./Set.
Abr./Ago.
Abr./Ago.
90-100
Mandioquinha-Salsa
Abr./Maio
Abr./Maio
-
Abr./Maio
-
300-360
Melancia
Set./Jan.
Ago./Mar.
Mar./Set.
Set./Dez.
Abr./Ago.
85-90
Melão
-
Set./Fev.
Mar./Set.
Set./Dez.
Abr./Ago.
80-120
Milho-Verde
Ago./Fev.
Set./Dez.
Out./Mar.
Set./Jan.
Mar./Maio
80-110
Moranga
Set./Dez.
Set./Dez.
Mar./Jun.
Set./Dez.
-
120-150
Morango
Mar./Abr.
Mar./Abr.
-
Fev./Mar.
-
70-80
Nabo
Abr./Maio
Jan./Ago.
Fev./Jul.
Fev./Jul.
Abr./Jul.
50-60
Pepino
Set./Fev.
Set./Fev.
Ano todo
Jul./Nov.
Abr./Set.
45-60
Pimenta
Set./Fev.
Ago./Mar.
Ano todo
Ago./Dez.
Jul./Dez.
90-120
Pimentão
Set./Fev.
Ago./Mar.
Maio/Set.
Ago./Dez.
Abr./Jul.
100-120
Quiabo
Out./Dez.
Ago./Mar.
Ano todo
Ago./Fev.
Ano todo
70-80
Rabanete
Mar./Ago.
Mar./Ago.
Mar./Jul.
Abr./Set.
Mar./Ago.
25-30
Repolho de Inverno
Fev./Set.
Fev./Jul.
Fev./Jul.
Fev./Jul.
-
90-110
Repolho de Verão
Nov./Jan.
Out./Fev.
Ano todo
Out./Fev.
Mar./Set.
90-110
Rúcula
Mar./Ago.
Mar./Ago.
Mar./Jul.
Mar./Jul.
-
40-60
Salsa
Mar./Set.
Mar./Set.
Mar./Ago.
Mar./Ago.
-
60-70
Tomate
Set./Fev.
Ano todo
Ano todo
Ano todo
Mar./Jul.
100-120

Peça e lhe será concedido

Show do Jerry Adriani

Show do Jerry Adriani

Nova Foto do Show de Jerry Adriani

Nova Foto do Show de Jerry Adriani

Chegou a Rede elétrica

Fomos presenteados com a reativação da rede elétrica na área onde serão cultivadas as Plantas Medicinais e Horta Orgânica. Em breve, novas luminárias chegarão !!!Deixamos aqui registrado nossos sinceros agradecimentos!

Rede Elétrica

Rede Elétrica

1ª Colheita de Ervas

1ª Colheita de Ervas

1º Plantio das Ervas

Hoje vimos a realização de um sonho- o plantio da 1ª Mandala!
Rigoberto , Maria Thereza, Silvana e amigos da Horta Árvore da Vida, doaram as primeiras mudas que plantamos em mutirão: Manjericão, Manjerona, Salsa, Cebolinha, Erva Cidreira, Estragão, entre outras. Enquanto um grupo fazia o plantio, outros limpavam o terreno das futuras Mandalas ( Horta e Plantas Medicinais). Foi uma manhã fantástica, e sou eternamente GRATA ao Universo por estar enviando pessoas comprometidas com esta idéia que agora torna-se real!

Plantio

Plantio

Mandala ficou pronta

Hoje dia 24/08/2009 concluímos a construção da 1º canteiro em forma de Mandala, ( onde serão cultivadas Ervas Aromáticas) com a ajuda dos amigos Augusto, Jeronimo e Nelson.Recebemos como doação, 4 mudas de árvores Floríferas, que serão plantadas no centro de cada Mandala, com diferentes cores ( que variam do vermelho ao branco).

Mandala

Mandala

Compostagem

Foi realizada a primeira " virada" da compostagem e as montamos com ajuda de Solange, Dirce e outros amigos da Comunidade do Anil.Todo este material produzido, será misturado a terra no momento do plantio, que deverá ocorrer no decorrer das próximas semanas.

Compostagem

Compostagem

1º Mutirão de Limpeza

1º Mutirão de Limpeza

Início do Projeto

Início do Projeto

Encontro na Associação da Famílias - RJ

Realizamos ontem, dia 14/11/09, sábado, o 1º grupo de alunos da Associação das Famílias, para Inclusão Digital. Estes encontros a serem agendados previamente tem o objetivo de levar noções práticas de Informática aos jovens e participantes da Associação. Serão formados pequenos grupos, e as aulas terão duração de 1 hora, quinzenalmente.( dia e hora a serem combinados).
Também iniciamos aulas práticas de T'ai Chi, para amigos, frequentadores da Associação, e da Horta árvore da Vida , com a finalidade de compartilharmos a filosofia e Arte desta prática milenar.
Nossos encontros serão agendados com antecedência; ambas as aulas são GRATUITAS, e a Associação das Famílias " abre suas portas" para receber aqueles que queiram desfrutar de momentos de integração com a Natureza ( visitando a Horta), e contribuindo com o Planeta.

End: Estrada do Pau Ferro 927- Freguesia Jacarepaguá- RJ

Encontro na Associação

Encontro na Associação

Horta Orgânica em Mendes

Horta Orgânica em Mendes

Irrigação em círculos

Apresentação da Tecnologia